3) O risco para as actividades R2 é definido por R2 = P2 / ( A2 * D2)  Onde: R2 = Risco Potencial ; A2 = Risco Aceitável ; D2 = Nível de Protecção   O Risco Potencial P2 é definido por : P2 = i * g * e * v * z  Onde : g é o factor de geometria horizontal, I é o factor de propagação, e é o factor dos andares, v é o factor de ventilação, z é o factor de acessibilidade.  O Risco Aceitável A2 é definido por : A2 = 1.6 - a - c - d  Onde : 1,6 é o valor máximo de A, a é o factor de activação, c é o factor de conteúdo, d é o factor de dependência.   O Nível de Protecção D2 é definido por D2 = W * N * S * Y Onde : W é o factor de recursos em água, N é o factor de protecção normal, S é o factor de protecção especial, Y é o factor de salvaguarda. CÁLCULO DOS RISCOS POTENCIAIS  Os riscos potenciais P, P1 e P2 são definidos como produtos dos factores q, factor de carga calorífica; I, factor de propagação; g, factor de geometria horizontal; e, factor dos andares; v, factor de ventilação e z, factor de acessibilidade.  O factor de carga calorífica q, é calculado em função da carga calorífica, o que se traduz na quantidade de calor emitido por unidade de superfície pela combustão completa de todos os materiais combustúveis que se encontram no local considerada. Este factor é composto pela carga “mobiliária” Qi para o conteúdo e a carga calorífica “imobiliária” Qm para o edifício.  O factor de propagação i indica a possibilidade de propagação do fogo. Ele é calculado em função de T, o aumento da temperatura necessária para inflamar ou danificar os bens; de m, a dimensão média ( em metros ) do conteúdo e de M, a classe de racção ao fogo das superfícies presentes no local.